Pesquisar

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

2009 tahi, minha gente...

E não tem como correr, rs.
É estranho como ano após ano, temos força saco pra comemorar a mesma coisa. Mas batendo um papo aqui em casa, eu descobri o porquê dessa comemoração toda. Afinal, somos o único planeta em que comprovadamente existe comemorações do fim de uma órbita. Ninguém pode dizer que existe Ano Novo em Plutão (ih, esse não é mais planeta). Bom. Ninguém pode confirmar que os saturnianos(ets de vanguarda) vão pra lua mais próxima comemorar o Reveillón pulando sete asteróides. E essa humanidade que me encantou novamente nesse fim de ano. Aos 47" do segundo tempo...
Estava tão mal-disposto ao fim do ano que tinha perdido o sabor de comemorar o fim de um ciclo. Porque é isso que é. Um ciclo e um ciclo é um "cíuculo" citando o japinha de o "Eu os declaro marido e Larry". Começa e termina pra recomeçar... Sempre e sempre. Ou ao menos enquanto houver vida.
E isso é outra coisa que anima. Se estamos comemorando é porque ainda há vida no planeta azul.É porque ainda há esperança. Esperança de que no ano seguinte tudo vai ser melhor. Mesmo que não tenha sido tão melhor assim. Não custa nada a gente desejar que o ano seguinte seja melhor. Afinal, estamos vivos e viver é uma grande aventura. Que bom por isso. Então resta desejar aos meus leitores (ou não) um feliz 2009. Que ele seja ao menos suportável, porque ninguém merece passar por algo que não suporte, seja bom ou ruim...
Então:

Feliz Ano Novo!!!!!!!!!

Aqui vai um cartãozinho que eu fiz!!! Fui e até o ano que Vem!!!!!!!!!!!

Image Hosted by ImageShack.us


quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Ho! Ho! Ho!

Não é a minha ser o Grinch do Natal de ninguém, mas hoje eu fui mais uma vez ao centro de compras daqui de onde eu moro... E não pude deixar de reparar onde quer que eu fosse o comortamento dos consumidores em geral...
E em geral, nós (me incluo nessa) ficamos meio perdidos... Feito baratas-tontas zanazando pela cidade atrás de sabe-se-lá-Deus-o-quê. Mas o mais estranho ainda não é isso, e sim a capacidade que o ser humano tem de se meter em filas.
Vi pessoas trocarem de filas três,quatro vezes tentando achar ma que estivesse boa. E fato: Nenhuma vai estar; a fila ao lado sempre anda mais rápido...
Outra coisa que me desesperou e à metade das pessoas que estavam na mesma loja que eu foi o desabastecimento. Nunca pensei que nós míseras baratas-tontas-consumidoras pudéssemos ser tão reféns de uma gôndola ou funcionário. As mulheres dentro da loja se acotovelavam até que viram a gôndola vazia. E então todas pararam como formigas que têm o caminho interrompido e começaram a cochichar alto o tal desabastecimento... daí, veio um funcionário com uma caixa do que elas queriam e com um olha de desprezo foi colocando uma a uma as peças no lugar...
Pensei:"ê ê espírito natalino"; dei as costas e vim-me embora. Deixa essa festa pra quem a quer.

sábado, 13 de dezembro de 2008

O Puxadin...

E aí, pessoas depois de um tempo meio fora (trabalhos da facul, problemas - matemáticos ou não). Tô aqui de volta.
De volta pra anunciar não uma mudança mas mais uma expansão... Tô blogando no wordpress.com. Chiuc!
O blog é especificamente sobre música. A opinião de um leigo metido a músico sobre música. Não sei se vou agradar. se vou ter mais dois leitores além dos que tenho aqui, ou se vou afundar completamente. Mas tô me sentindo no momento pra isso. Na verdade, tô ligando muito pouco pra tal da popularidade... Mas mesmo assim leiam... Não sou um grande entendedor, mas gostaria de ler opiniões de um cara que ouça e goste de música como eu, sem a pretensão de julgar e sim de opinar sobre o que gosta ou não.
Bom espero que leiam...

Blog: Palanquinho - O lugar é aqui!


segunda-feira, 17 de novembro de 2008

O Pedido




Falando em fastfood, resolvi relatar aqui minha epopéia/aventura/tragicomédia na indústria do fastfood brasileira. Neste último domingo estava eu andando só pelo shopping quando fui acometido por uma vontade louca de comer batata frita... mas a batata frita de lanche industrializado, pasteurizado, geneticamente modificado e qualquer mais "ado" que tivesse.

Então olhando o tamanho das filas e matando uma antiga curiosidade entrei na fila do Giraffa's (não dá pra não citar):

-Boa Tarde! Uma fritas média e uma Coca pequena.
[imaginei: em 5 minutos terei duas vontades saciadas... Ledo engano!]

Após receber minha nota, vi lá embaixo um campo : "Senha"[pensei: "Meu Deus!] "924"[pensei: "Meu Deus!]²

Mas esperei paciente-ment a minha vez. A maquininha apitou 323. E quase desisti. Mas tive fé e uma luz se acendeu: 782. Uma funcionária muito mal-encarada me "ENCARAVA" e depois de sete, eu disse, SETE minutos ela me perguntou o que eu queria.

Repeti: Fritas média e Coca pequena.

Daí ela sumiu... o outro funcionário que estava ao lado, tb... e até a menina do caixa sumiu.

Mais alguém veio (não sei quem) e tornei a repitir o pedido - parecia um mantra.

Mas a minha aventura precisava de um desfecho, afinal minha paciência se esgotaria aos 9min e 59seg. Bom. O lanche veio na incrível marca de 9minutos e meio.

Então percebi que a fila dos estrangeiros, ali tão próximos, não estavam tão grandes assim. E que neste tempo de tragédia tragediosa... rs... já estaria obeso com seus lanches saborosamente industrializados, pasteurizados, ados, ados, ados... God Bless America(?)

domingo, 9 de novembro de 2008

Amo muito tudo isso!


Chega a ser irônico(irônico até demais), mas é esse o título, mesmo. Quem lê este "diário" (uma meia dúzia de 7 ou 8, e minha mãe não está nesta lista) sabe que eu adoro música. Nem sei quando isso começou, mas sei quando se estabilizou. No Rio de Janeiro existia uma rádio que tocava rock'n'roll. Rock de verdade, tão de verdade que dava até pra reclamar das "modinhas" e talz. Em tempos de tanta música "estranha", eu até sinto falta de ser chamado de "gueri" por ouvir o que era mais pop.

Mas toda essa enrolação é só pra dizer que nunca me imaginei escrevendo sobre - na minha humilde opinião - a Maior Banda de Todos os Tempos: O Nirvana.
Com certeza qualquer um que conheça um pouco de cultura pop, conhece esses três distintos cavalheiros da foto. Kurt Cobain, Krist Novoselic e Dave Ghrol formaram um dos maiores ícones dos anos 90.

É impressionante o que se pode falar de uma banda que entrou pra história com um tempo relativamente curto de atividade. Esses carinhas de Seattle conseguiram vencer o (pré)conceito de um vocal bonitinho, e se firmar pelas idéais. Acho que ficaria eterenamente falando sobre isso. Mas o que me levou a vir aqui e dar minha cara à tapa opinando sobre tal grã-banda, foi o DVD que adquiri.

O DVD, uma compilação de apresentações acontecidas na Costa Oeste dos EUA, e gravações de ensaios de estúdio, dão exatamente a dimensão da vibe com aqueles três caras tocaram durante os maravilhosos 6, 7 anos que nos brindaram com sua produção conjunta...

É incrível o vídeo de "School", no fim Krist discursa e o Kurt durante um solo de batera, com Dan Peters mandando ver, Kurt quebra a guitarra. sobe em tudo e pula de lá. É meio cômico, mas é demais ver toda uma vibe que se foi. Também é demais o vídeo de "Big Cheese" no estúdio da Rhino Records com Chad Channing e um segundo guitarrista [:o Jason Evermann. Neste mesmo estúdio, talvez no mesmo dia, no Youtube, achei outro dia um vídeo da Negative Creep que é simplesmente f...

Daí fico pensando... Como uma vibe daquela se perdeu e nunca mais voltou? Onde foi parar o amor?A loucura? O que aconteceu com meu rock'n'roll (citando Black Rebel Motorcycle Club)?

Sabem...Eu queria uma vibe dessa pra minha banda...Será que vende lá na casa do Ronald?

sábado, 8 de novembro de 2008

Comemorando...

Comemorando o quê? Poderia dizer como o RR(Renato Russo) que estava comemorando "a água podre, etc e tal". Mas não tô comemorando o visual novo do meu blog.
Este diário ocasional que vos fala, "Nunca antes na história desse país" esteve tão bonito.
Visual clean, legal de ler. Espero que gostem.

Outra comemoração é dos 40, isso mesmo qua-ren-ta membros da commu que criei no Orkut sobre música. E que terá nesta página, sua continuação/extensão.
Então...

Enjoy [;)]

http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=74157069

Até a próxima!

domingo, 10 de agosto de 2008

Falando em férias

É, porque eu tirei umas longas férias daqui. rs. Não sei bem porque, mas não consigo ser constante. Acho que é o fato de não ser lido.
Mas então venho com mais uma lista. Dessa vez é uma lista de road musics. Sim, músicas pra se ouvir na estrada, com o braço pra fora do carro e com o "vento nos cabelos". Então sem delongas vamos a listinha.


  1. All I Wanna Do - Sheryl Crow
  2. Henrietta - The Fratellis
  3. Do Me A Favour - Arctic Monkeys
  4. Uma Chance - Moptop
  5. Tangled Up In Plaid - Queens of The Stone Age
  6. Come Bite the Apple - Mother Love Bone
  7. Sweet Child O'Mine - Guns 'n' Roses
  8. Steady As She Goes - The Racounters
  9. Been a Son - Nirvana
  10. Photograph - Nickelback
  11. Pra Te Lembrar - Caetano Veloso
  12. Bohemian Rhapsody - Queen
Pra fechar uma viagemzinha de uma hora, talvez... Mas não esqueça que a estrada pode ser qualquer uma o caminho de casa ao trabalho, pra faculdade. Basta começar a prestar atenção no sol que bate na janela e encarar a vida como um belo filme que precisa de uma bela trilha sonora. Abraços e até.

domingo, 11 de maio de 2008

De volta? De novo? Será?

É acho que dessa vez eu volto a postar. Ao menos uma vez no mês, sei lá.
Tô sentindo falta de pensar. Acho que minha cabeça anda muito cheia e por isso
mesmo muito vazia. E essa sensação me irrita um pouco.
Mas voltando a falar de coisas boas vou fazer uma lista de dez coisas que adorei
fazer nesse tempo que não postei nada. Em ordem aleatória, claro:

1- Jogar The Sims.
2- Chat no Msn até tarde.
3- Desenvolver estampas pra uma marca de camisetas.
4- Acordar tarde no domingo.
5- Ir no cinema com meu amigo Ronie e quase passar mal de tanto rir.
6- Barzinho na rua da Lama.
7- Ter sofrido pela Danielle.
8- Me recuperar desse sofrimento.
9- Re-encontrar outros amigos.
10- Ouvir muita coisa entorpecente como Smashing Pumpkins e Móveis Coloniais de Acaju.
11- Mas não eram dez?
12- Um monte de outras coisas...

No próximo post eu trago novas coisas e espero que eu consiga postar sempre.