Pesquisar

quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Sou louco, mesmo

Ouvindo a Balada do Louco dos Mutantes, eu comecei a pensar sobre a "loucura" de nós normais. Penso de duas formas: uma é a loucura que é vivermos nesse louco mundo capitalista. (Tô parecendo Renato Russo:"Sei que às palavras repitidas repitidas...")
A outra é quando me vejo mais louco ainda. Quando sou o louco que vislumbra uma nova possibilidade. E é essa loucura que me permite questionar o porquê do sistema. O porquê de ser assim. A loucura de que falo é a loucura dos Mutantes, citados acima: "dizem que sou louco por eu ser assim" e em outra parte "mas louco é quem me diz e não é feliz. Eu sou feliz". A loucura de procurar outra forma de ser feliz, de viver fora dos padrões. Viver sem a preocupação do carro do ano, da casa bonita, da família perfeita, da roupa da moda, da casa do ano, da família da moda, do carro perfeito... Uma vida em que as aparências sejam o que realmente são, aparências... e que ninguém diga que te conhece porque te viu com cicrano na rua. E infelizmente ainda vai demorar pra esse mundo ser um grande sanatório. Porque loucos todos somos, só precisamos da loucura que nos limpa a visão.

Se isso é ser louco, sou louco, mesmo.

Imitando minha amiga Tamyris Torresvou colocar uma letra de música pra ilustrar o post. E tem uma música do Dead Fish que me dá idéia de como é ser louco:
As palavras
Os discursos
A nova ordem mundial.
Todas as verdades incontestáveis do radical.
Parecem sons,
Parecem ondas que nunca poderemos ver
O ranço de verdade do que é o ideal.
Os loucos riem do presidente na TV,
Pois podem achar o que está velado sob o verbo e o poder e a língua escondem...

A retitude
O orgulho
As boas em más intenções
E toda violência aplicada para o bem.
Sorrir quando se quer chorar
Sorrir parar viver
Parecem homens mortos pra quem pode perceber.

Os loucos riem de você a discursar
Pois podem ouvir...
Seu coração prefere não amar
Ele quer ver deus.

1ª voz:
Na verdade não há nada além de ti
As palavras para o sim e pra viver
E o Português... Virar Inglês...
E sua colônia Colonizar

2ª Voz:
"Você pode denunciar a Hipocrisia
E o conflito de geração te destruir
E Você vê que a inveja sempre existiu
E já encorajou Você um Dia "Vou sorrir!

Vou sorrir!
Vou chorar!
Vou saber!
Entender!

Vou sorrir!
Vou chorar!
Vou saber!
Entender!

Afasia...