Pesquisar

quinta-feira, 13 de setembro de 2007

HIT PARADE

E o fim de semana se aproxima. Chegou a hora de uma musiquinha pra animar a semana que passou e receber bem a que virá. Mas sem delongas, afinal, são quase 5 meses sem ela, vamos a hit parade. O 1º clipe é e uma banda desconhecida da maioria das pessoas, mas que curte um skate rock, saberá de quem estou falando. São os canadenses do SNFU coma feroz "Don't Have a Cow", uma música sensacional... Já vi esse video algumas dezenas de vezes. Dica: Reparem nos tombos e na performace do vocalista.
A 2ª banda da HP de hoje é o The Nation Blue. Vi o clipe deles e achei muito boa a música. Resolvi colocar aqui. O nome da música é "Damnation". Um começo bem diferente e força nos vocais e nos instrumentos. Muito boa música.
E por último o clipe da "Paranoid Android", ótima música do CD "Ok Computer" do Radiohead. O clipe é interessantíssimo e exige um pokinho de atenção... Muito bom clipe, música melhor ainda.

Vamos lá!






quinta-feira, 6 de setembro de 2007

Falando em novas atividades...

Eu falei a pouco sobre minhas novas atividades. Então, uma delas é o CECI - Centro de Estudos Cultura e Integração - grupo que eu e uns amigos da faculdade fizemos. O CECI é um grupo que desenvolvemos com o objetivo de produzir e irradiar cultura para a universidade, além de estudos e reflexões críticas sobre diversos assuntos. Pois então, o grupo surgiu e logo veio o primeiro evento. Nossa menina Tamyris conseguiu com Tico Santa Cruz que seu grupo Voluntários da Pátria fosse a nossa universidade para mostrar o evento Circuito de Poesias, Músicas e Reflexões Críticas, no que o próprio grupo chama de "performance social".
Parece inacreditável, mas foram 3 horas de evento em que debate de todos os tipos foram feitos, leituras de poesia realizadas, músicas cantadas e tocadas. E então o público tornou-se parte do espetáculo. Os alunos subiram ao palco, debateram idéias, expuseram sua arte - o movimento HIP-HOP tava lá representado. Nosso amigo Alan deu um show à parte na sua explanação sobre ética que fizeram Tico declarar: "O que ele está dizendo aqui a gente não vai ver na TV, não vai ouvir no rádio, não vai ler no jornal. Muita gente tee que morrer pra que ele estivesse aqui hoje falando isso." (Só podia ser meu amigo, né?)
Foi um evento incrível... Todos os Voluntários eram pessoas superlegais. Muito dispostas a fazerem algo legal. Agradço e sempre vo agradecer pelo que vi e ouvi a Betina, o Edu Planchet, ao Glad, ao Pedro Poeta e a todos os outros que participaram do evento e fizeram de mais que demais. Foi algo como uma expurgação dos males da alma. No fim foi lindo... Raphael tocou a nossa música, executada pela 1ª vez em público, acompanhada por palminhas e com expressão de aprovação de TICO STA. CRUZ. E logo depois ele tentou acompanhar o Raphael numa baladinha que ele usou como acompanhamento pra Glad recitar sua poesia. E pra fechar a tampa o evento acabou com 'Você Me Faz Tão Bem' e muitos, muitos, mas muitos abraços naquele teatro. Foi tudo demais.

Nosso grupo não tem a pretensão de copiá-los, mas gosto de pensar que somos irmãos de objetivo.

Próximo evento do CECI: Nelson Franco Jobim - jornalista intrnacional

Aqui vai, uma matéria do site da facul sobre o evento



A apresentação da banda Voluntários da Pátria reuniu centenas de pessoas na noite de terça-feira, dia 4, no campus Realengo da UCB. O show – uma bem-sucedida combinação de espetáculo teatral e musical com recital de poesia - durou cerca de três horas, misturando momentos de emoção, revolta, diversão e desabafo.



O grupo que vem percorrendo o Brasil levando a milhares de jovens o estímulo ao debate (sem tabus ou preconceitos) sobre comportamento social e política tem como espinha dorsal Tico Santa Cruz, vocalista dos Detonautas, e os multitalentosos Betina Kopp, Glad Azevedo, Eduardo Planchet, Pedro Poeta, Tavinho Paes e Igor Cotrin (os dois últimos ausentes do show na UCB porque tinham outros compromissos profissionais). “Estamos sempre abertos à participação de outros artistas”, avisa Tico.



“A arte é transformadora”



A idéia de formar uma banda nesse formato e visitar cidades brasileiras surgiu depois de um show no estado do Rio. “O grupo Voluntários da Pátria começou por causa de um evento que fizemos em São Gonçalo para quase três mil pessoas. Deu tão certo que acreditamos que aquilo poderia ser levado para outros lugares”, explicou Tico. Acostumados a fazer apresentações para públicos bastantes heterogêneos, o grupo coleciona bons momentos. “É muito bom. As pessoas se sentem tocadas, emocionadas. A arte é transformadora e através dela conseguimos chegar em um lugarzinho especial de cada pessoa”, afirma Betina.



Aceitando o convite dos Voluntários, o público subiu ao palco do Teatro Carlos Wenceslau para expor suas idéias, fazer um pedido, mandar um recado ou simplesmente tocar uma música, transformando o show em um momento de catarse coletiva. “Vim ver o show por curiosidade e achei muito legal. Eles falaram de temas importantes para nós que somos estudantes. Tudo isso misturado com teatro e música, ficou muito bom”, avaliou a estudante Ruth Almeida, do curso de Enfermagem da UCB.

Atendendo a pedidos: platéia subiu ao palco e deu um show à parte


Casa cheia para receber os Voluntários


Entre uma poesia e outra, Tico Santa Cruz interpretou canções dos Detonautas, Legião Urbana e Cazuza


Voz e violão, protesto ou desabafo: estudantes da UCB protagonizaram bons momentos no show



ate a proxima

sábado, 1 de setembro de 2007

Falando em memória

A minha anda tão esquecida, quedepois que parei de blogar aqui, já tinha esquecido até do meu endereço. (risos) Encontrei dentro de um caderno velho.Agora, exageros à parte, eu tô de volta. Espero quedessa vez engate... tenho muitas novidades... Sabe a banda Cyius de 2 posts atrás fui no show dos caras e , noooosssa eh muito bom...
Só tenho que lembrar de pegar as fotos e os vídeos do show no cel do Thiago...
Aliás, nossa banda voltou a ensaiar também. Mas as novidades virão, mas com calma...

ahh as hit parades etarão de volta também. Então até o próximo post.